Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Setembro, 2012

Um documentário fantástico sobre o deserto mais seco do Mundo!

Anúncios

Read Full Post »

Afinal o recorde de temperatura máxima registada já não pertence a Al Aziziyah, na Líbia no dia 13 de Setembro de 1922 que terá sido de 58°C (136.4°F). De acordo com novos estudos este valor terá sido mal calculado e o erro ronda os 7ºC (12.6°F).

 


Al Azizia em 1923.

 

A Organização Meteorológica Mundial chegou à conclusão, através do trabalho de Christopher C. Burt que o indivíduo responsável pela leitura dos termómetros era um observador novo e inexperiente no uso de um novo e desadequado instrumento que, à época, veio substituir um mais antigo. Este novo instrumento, mais um observador inexperiente geraram leituras de temperatura erradas.

Um dos aspectos que chamou à atenção dos investigadores foi a observação do gráfico em baixo.


O gráfico (elaborado por Jim Petit) faz a comparação das temperaturas máximas diárias em Setembro de 1922 em 5 estações meteorológicas que se situavam nas imediações de Al Azizia. É evidente uma mudança brusca em Al Azizia (a castanho) a partir do dia 11, altura em que a evolução das temperaturas deixa de estar em linha com a das restantes estações, mostrando um claríssimo “salto” nos registos de temperatura, indicando uma evidente falta de homogeneidade nos dados de observação.

Resolvido o problema da identificação do erro, interessava agora saber, afinal, qual era o recorde de temperatura máxima. Estes investigadores chegaram à conclusão que o valor registado ocorreu a 10 de Julho de 1913 no Vale da Morte (Greenland Ranch, Califórnia – EUA) e foi de 56,7ºC (134ºF). Este valor era, até então, o 2º valor mais elevado.

Estação meteorológica de Greenland Ranch, Death Valley, em 1922.

Mais pormenor e um excelente vídeo com o documentário desta pesquisa pode ser encontrado em http://www.wunderground.com/blog/weatherhistorian/ .

Read Full Post »

No Link em baixo está uma boa aula sobre a importância das projeções cartográficas. É da National Geographic e é bom, didático e muito pedagógico… Vale a pena ver

Projeções Cartográficas

Read Full Post »