Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Desigualdades sociais’ Category

Um exemplo de como a análise de dados pode ser divertida, interessante e, acima de tudo, extraordinariamente didática e com uma forte perspectiva geográfica. As desigualdades territoriais sócio-económicas são aqui demonstradas de uma forma bem original e bastante rigorosa, com análise a várias escalas.

Anúncios

Read Full Post »

População Mundial que vive com menos de 1 Dólar por dia.
As regiões a castanho são as mais desenvolvidas e, segundo os dados, não registos de população a viver com menos de $1 por dia. Estas regiões são a América do Norte, A Europa Ocidental, Japão/Coreia do Sul, e Oceania.
Ao contrário, na África subsariana e Ásia meridional a percentagem de população nestas condições é muito elevada.
De lembrar que o dólar tem um valor aproximado do Euro, mas hoje ligeiramente inferior.
PTG

Read Full Post »

É talvez um dos mapas que melhor ilustra a diferença Norte/Sul. Observem o “Grande” continente africano que parece desaparecer. Territórios geograficamente pequenos como o Japão, ou até Portugal, estão bem visíveis neste mapa: Aliás, Portugal surge “maior” do que a África subsariana.
Em 2004 7,7 milhões de médicos estavam no activo. O maior número regista-se na China, que é o território que surge, neste mapa, com maior dimensão

PTG

Read Full Post »

Este mapa mostra quase o negativo do da mortalidade infantil. Esta esperança de vida é calculada com base nas crianças nascidas em 2002 sob o pressuposto que as tendências até agora verificadas continuarão no futuro. A esperança de vida é substancialmente diferente entre homens e mulheres, ou seja, é superior nas mulheres. Muitas têm sido as causas apontadas para tal facto, mas parece que o trabalho diferenciado tem sido o principal factor explicativo. Assim, há poucas mulheres pescadoras, mineiras, militares, ou seja, falamos de profissões que são conhecidas por diminurem grandemente a esperança de vida e que têm sido praticadas, na sua grande maioria, por homens. A emancipação da mulher, um processo ainda em curso, terá, no futuro, um efeito de aproximação dos valores da esperança de vida entre mulheres e homens.
A esperança de vida mais longa é registada no Japão (81 anos e seis meses). Ao contrário, a esperança de vida mais curta é registada na zambia (país africano), com 32 anos e 8 meses!!!!! A média mundial situa-se nos 67 anos. A mortalidade na zambia e a consequente descida da esperança de vida, tem vindo a aumentar nos últimos anos em consequência da epidemia de SIDA.

PTG

Read Full Post »

Este mapa deformado mostra a Mortalidade Infantil no Mundo. As regiões com maiores valores estão exageradas e aquelas com valores mais baixos estão reduzidas. A África e o Sul da Ásia parecem ocupar todo o mapa, enquanto que a Europa e a América estão representadas num tamanho muito reduzido. De notar também que a Oceania está praticamente invisível.

Os dados dizem respeito a 2002, ano em que ocorreram, a nível mundial 7,2 milhões de crianças com menos um ano de idade. 5,4% morreram no primeiro ano de idade e 2,3% durante a primeira semana. Na ìndia cerca de 7 bebés em cada 100 (70 por mil) morrem no primeiro ano de vida. mas a região em pior situação é mesmo o Continente africano, o qual regista 22 países com uma taxa superior a 10 mortes em cada cem nascimentos. O valor mais elevado é registado na Serra Leoa (um dos páises com IDH mais baixo do Mundo) que atinge o valor de 16,5 bebés que morrem por cada cem nascimentos.

É bem um Mundo de contrastes!!!!!

PTG

Read Full Post »